Voe alto!


Desde a pré-história os seres humanos enfrentam problemas, superam obstáculos e lidam com as adversidades diariamente. Desde a concepção da vida e em todas as suas fases superamos inúmeras barreiras, sendo necessário entender que contratempos e dificuldades sempre existirão, mesmo que sejam de formas diversas – tanto para nós como para os outros. Porém, é possível notar que muitas pessoas não conseguem lidar com essas situações de forma natural. Já outras, tiram de letra.

Quase sempre as pessoas que têm mais resistência para lidar com situações difíceis estão presas apenas ao lado negativo do problema e não conseguem visualizar outros prismas de uma mesma questão, se diminuindo perante as adversidades, deixando aquele obstáculo ditar suas ações e, muitas vezes, sua própria vida. Nesse momento, elas se tornam vítimas dos problemas e assumem o compromisso de impotência perante os fatos. Mas observe a contradição: ao mesmo tempo em que elas esperam e pedem por uma solução, mais continuam olhando somente para o lado do problema, ou seja, para o lado oposto da solução desejada.

Se não soubermos lidar com os problemas que aparecem em nossos caminhos acabamos dando força aos sentimentos negativos e eles ficam sempre presentes em nossas vidas. Mesmo que eles sejam deixados de lado, se não forem resolvidos, eles voltarão com frequência em nossas vidas, muitas vezes com padrões repetitivos ou disfarçados com outras questões. Dessa forma, alimentamos a ansiedade, a raiva, a tristeza, a falta de confiança – em nós, nos outros e na vida – a insatisfação, o estresse, a desmotivação, a falta de autoestima, a falta de controle da nossa própria vida, entre muitos outros sentimentos e crenças limitantes.

Quando refletimos sobre uma situação conflitante já vivenciada podemos perceber que dificilmente conseguimos olhar para as adversidades sob uma segunda ótica, mas focamos somente nos aspectos ruins, sem ao menos tentar enxergar o lado positivo delas. Por exemplo, ao receber uma advertência do líder por queda de resultados (situação adversa), você provavelmente irá buscar novas estratégias para alavancar os números, além de ficar mais atento ao atingimento de metas (lado bom). Quantas vezes, após algum problema ser resolvido, você já pensou: “Ainda bem que isso aconteceu, assim pude ter a oportunidade de conhecer tal coisa ou pessoa” e por aí vai. Sempre haverá um lado bom, seja em circunstâncias mais simples ou complexas.

Os problemas estarão sempre presentes em nossas vidas, porém a forma de perceber e lidar com eles poderá fazer toda a diferença. Parafraseando Fernando Pessoa, “Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É saber falar de si mesmo. É não ter medo dos próprios sentimentos”. O primeiro passo para se livrar de um problema é aceitar e entender qual é a mensagem de mudança que ele nos passa.

Não podemos permitir que um obstáculo nos coloque como vítima ou que façamos autoquestionamentos do tipo “por que eu?”, “por que isso só acontece comigo”, entre muitos outros pensamentos que nos paralisam. Reconheça as oportunidades de crescimento, sabedoria e de evolução que existem em todas as adversidades.

Experimente ter uma visão ampla, que abranja todo o contexto. Muitas vezes, achamos que para quem está de fora da situação é muito mais fácil achar uma solução e, estamos certos em relação a isso, pois o outro tem uma visão do todo, facilitando o seu entendimento. Portanto, permita-se contemplar por algum instante aquilo que o aflige, conheça e compreenda a mensagem que aquele problema lhe passa. Quando mudamos o ponto de vista, vemos o mesmo problema de outra perspectiva. Se mesmo assim sentir dificuldade em enxergar o lado positivo daquela questão, se coloque na posição de observador e imagine alguém que você admira muito no seu lugar e, assim, conseguirá visualizar qual é a ação que essa pessoa faria. Dessa forma, é possível obter uma visão mais clara e ajustar o foco para encontrar soluções criativas, que nos levarão ao sucesso desejado.

Cada desafio e cada dificuldade que se enfrenta na vida servem para fortalecer a força de vontade, confiança e capacidade de vencer os obstáculos futuros com êxito, assertividade, prosperidade e muita felicidade. Esses impedimentos que surgem no decorrer da estrada serão sempre sinônimos de superação, portanto, fazem parte da trajetória e do crescimento pessoal e profissional.
Ter a coragem de olhar o mundo e a sua própria realidade de outros pontos de vista é maravilhoso e libertador.
Voe alto, enxergue novos horizontes! Assim você perceberá que o mundo é um espaço de infinitas possibilidades e um cenário onde você mesmo pode criar o roteiro que quiser, com o final feliz que desejar!

Eduardo Shinyashiki on sabyoutubeEduardo Shinyashiki on sabrssEduardo Shinyashiki on sablinkedinEduardo Shinyashiki on sabfacebookEduardo Shinyashiki on sabemail
Eduardo Shinyashiki
Eduardo Shinyashiki é palestrante, consultor organizacional, escritor e especialista em desenvolvimento das Competências de Liderança e Preparação de Equipes. Presidente da Sociedade Cre Ser Treinamentos, colabora periodicamente com artigos para revistas e jornais. Autor dos livros: Viva como Você Quer Viver, A Vida é Um Milagre e Transforme seus Sonhos em Vida - Editora Gente. Para mais informações, acesse www.edushin.com.br.

sobre Eduardo Shinyashiki

Eduardo Shinyashiki é palestrante, consultor organizacional, escritor e especialista em desenvolvimento das Competências de Liderança e Preparação de Equipes. Presidente da Sociedade Cre Ser Treinamentos, colabora periodicamente com artigos para revistas e jornais. Autor dos livros: Viva como Você Quer Viver, A Vida é Um Milagre e Transforme seus Sonhos em Vida - Editora Gente. Para mais informações, acesse www.edushin.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *