EMPREENDEDORISMO NA ESCOLA


Diariamente, novos negócios são abertos com o intuito de tornar reais os mais variados sonhos. Entre tantos planos, parte está ligada a desenvolver os conhecimentos adquiridos ao longo da jornada profissional, e mais, fazer valer suas idéias, o jeito próprio de administrar, sem precisar se submeter à chefia ou regras que destoam de seus valores pessoais. Mas quando a empresa em questão lida com vidas, construção de valores e educação, o cenário é diferente, e os cuidados com a gestão precisam ser redobrados.

Diferentemente de estabelecimentos que vendem produtos e prazeres momentâneos, instituições de ensino são responsáveis por formar cidadãos. Suas ideologias e valores sempre irão influenciar, profunda ou superficialmente, aqueles que fazem parte do convívio educacional, sejam eles professores, colaboradores ou alunos.

Por esse motivo, a figura do gestor é de extrema importância. O profissional precisa ter características especiais para conduzir uma instituição de ensino, as quais não serão desenvolvidas apenas com a formação acadêmica. Além de saber qual é a missão da empresa em que trabalha ter amor pelas atividades desenvolvidas diariamente é fundamental. A missão refere-se à essência da instituição e sua razão de existir,orienta o percurso, inspira, motiva, renova idéias, faz acontecer. É o empreendedor surgindo.

O gestor empreendedor tem como objetivo tornar o seu negócio único e duradouro, parte integrante na vida daqueles que utilizam de seus serviços. Assim, esse profissional na escola, tem o papel de tornar a instituição inesquecível para o aluno e seus familiares. O aluno de hoje é o pai de amanhã, e fará questão que seu filho vivencie tudo o que lhe foi proporcionado, em termos de educação, conhecimento, convivência social e cultura. É a continuidade de sempre querer e usufruir o melhor.

A função da instituição de ensino há muitos anos deixou de ser apenas a alfabetização. Seu papel hoje vai além. Está mais do que provado que a educação forma e transforma vidas. Antigamente, tinha-se a ideia de que as melhores escolas eram os internatos, mas com o passar do tempo, estas se tornaram menos atraente, principalmente pelo excesso de autoritarismo. O foco então passou a ser na importância de escolas que preparavam em termos de conteúdo diversificado. O modelo ideal atualmente é aquele com maior passagem de informação e conhecimento.

E, para enquadrar a sua escola nesse novo modelo educacional, o gestor empreendedor precisa, além de conhecimentos técnicos da área, desenvolver a habilidade de lidar com pessoas, entendendo o sonho particular de cada um que está a sua volta para que assim, todos possam caminhar na mesma direção. Identifique a capacidade das pessoas, evitando avaliações prematuras, seja receptivo a novas idéias, torne seu grupo atuante e participativo. Quando nos sentimos parte do processo, a satisfação se eleva, a felicidade é contagiante, e fazemos questão de dividi-la com as pessoas que convivemos.

É muito importante que, ao tornar-se uma escola de gestão empreendedora, a instituição ofereça treinamento a todos os envolvidos, funcionários, professores, voluntários, com o intuito de ensinar a arte de encantar os alunos, com suas personalidades diversas, e os pais, que normalmente chegam cheios de expectativas e dúvidas. Mais importante ainda é a transmissão de conteúdos, ou seja, envolver os alunos, criar atividades tão dinâmicas quanto, fazendo com que eles se sintam parte de algo grandioso, que estão sendo preparados para algo maior. É preciso criar contextos que simule os futuros desafios destes alunos, e novamente a visão do gestor empreendedor se faz presente.

Nem só de ideias e ações inovadoras vive um gestor empreendedor, é preciso também saber lidar com os conflitos, impossíveis de serem extintos, sejam eles de opinião, comportamento, entre equipes de trabalho, alunos ou pais. Existem duas formas de encarar o problema, com positividade ou negatividade. Não é o conflito, mas sim, a forma como ele é encarado, que vai determinar o desfecho da situação. Para auxiliar, procure buscar alternativas que beneficie todas as partes, manter um bom relacionamento com todos, assim os envolvidos serão compreensíveis perante a decisão tomada, por confiarem e respeitarem as escolhas do líder, assim a aceitação virá mais facilmente, fortalecendo sua equipe e a instituição de ensino em questão.

Esse é o papel do gestor empreendedor, implantar a aprendizagem contínua, desenvolver habilidades e competências em seus colaboradores, transformar a escola em uma instituição de ensino sem limites para o saber. Despertando nos colaboradores o prazer de vestir a camisa, e a vontade de sempre fazer o melhor, deixando claro que suas ideias sempre serão bem vindas.

Todas essas atividades e inúmeras outras similares, além de socializar os alunos, estreitam o relacionamento com a escola e seus colaboradores, e trabalham significativamente a autoestima, ensinando a lidar com as perdas e ganhos, parte integrante de toda a nossa vida. Os alunos ganham a percepção de seus limites e a consciência de que podem superá-los, tem a oportunidade de identificar afinidades e aptidões.

Empreender no ensino é ampliar a visão de mundo e oferecer possibilidades aos alunos, instigar a vontade do “sempre mais”, de querer estar presente, de ter orgulho de fazer parte. É mostrar que o aprendizado é como enfrentar a maior montanha russa do mundo: amedrontador, mas instigante e desafiador, e que com a ajuda da instituição, ele vencerá.

por Eduardo Shinyashiki

Eduardo Shinyashiki on sabyoutubeEduardo Shinyashiki on sabrssEduardo Shinyashiki on sablinkedinEduardo Shinyashiki on sabfacebookEduardo Shinyashiki on sabemail
Eduardo Shinyashiki
Eduardo Shinyashiki é palestrante, consultor organizacional, escritor e especialista em desenvolvimento das Competências de Liderança e Preparação de Equipes. Presidente da Sociedade Cre Ser Treinamentos, colabora periodicamente com artigos para revistas e jornais. Autor dos livros: Viva como Você Quer Viver, A Vida é Um Milagre e Transforme seus Sonhos em Vida - Editora Gente. Para mais informações, acesse www.edushin.com.br.

sobre Eduardo Shinyashiki

Eduardo Shinyashiki é palestrante, consultor organizacional, escritor e especialista em desenvolvimento das Competências de Liderança e Preparação de Equipes. Presidente da Sociedade Cre Ser Treinamentos, colabora periodicamente com artigos para revistas e jornais. Autor dos livros: Viva como Você Quer Viver, A Vida é Um Milagre e Transforme seus Sonhos em Vida - Editora Gente. Para mais informações, acesse www.edushin.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *